3 de ago de 2011

4

Violência contra Mulher!


  A violência contra a mulher tem estampado jornais, está presente na dramaturgia, vemos a olho nu em hospitais, mas o pior é que ela provavelmente está muito mais perto do que pensamos, seja do lado de casa com nossos vizinhos ou até dentro da nossa própria família.
  Lembrando que a violência contra a mulher não é apenas física, mas também psicológica. Todas as duas trazem destruição devastadora, porém a segunda não deixa marcas visíveis, somente na alma. Muitas das vezes a mulher tem uma dependência psicológica ou financeira deste homem, o que há faz pensar na impossibilidade de viver sem esta pessoa, o seu agressor, como se o seu agressor fosse à única pessoa que serve ou existe para ela!
  Acredito que as mulheres que passam por este tipo de violência precisam de ajuda, porque muitas das vezes elas não conseguem enxergar uma saída, como se estivessem em um túnel escuro, precisando de alguém para direcioná-la. Acredito em dois tipos de ajuda, a terapia através de psicólogos, e a Igreja dando direcionamento a princípios da família, funcionando as duas em parceria é certa a cura, claro que é sempre necessário o querer da vítima de sair desta situação.
  O trabalho psicológico ajudará a construir uma auto-estima elevada, e fazer uma construção como um quebra cabeça de sua vida e atitudes. A Igreja ajuda o lado espiritual, a mulher vai aprender princípios bíblicos, entendendo o papel real do homem e o da mulher dentro da família, a verdade liberta, está escrito na bíblia!

  Conhecereis a verdade e a verdade vos libertar João 8,32.

  Acredito que esta libertação é em todas as áreas!

  A sociedade não pode se calar diante da violência!
  Temos que fazer campanhas e apoiá-las, fazendo a nossa parte estando sempre atento a nossa volta. Não negue ajuda a uma pessoa, nem se cale diante de uma injustiça!
   Vamos usar toda a nossa voz, contra a violência!

Viviane Barboza
Sobre a Autora:
Viviane BarbozaÉ empresária, gestora comercial e formada em teologia . Seu interesse é unir as mulheres para abordar assuntos de interesses a luz da bíblia. .

4 comentários:

Laguardia disse...

Há anos o Supremo Tribunal Federal tem um suas mãos o processo do mensalão, o maior esquema de corrupção já montado neste pais.

O STF indiciou por unanimidade, 40 políticos ligados ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva. O Ministros indiciaram estes corruptos com base em provas levantadas pela Policia Federal, pelas Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito e pela Procuradoria Geral da Republica.

O caso está ficando esquecido. O PT montou um esquema bem montado para desacreditar os relatórios e provas levantados.

Este caso não pode acabar em pizza como acontece tantas vezes em nosso Brasil. Dinheiro público foi desviado para beneficiar os detentores do poder.

Não podemos permitir que este caso caia no esquecimento. Precisamos relembrar o povo dos acontecimentos.

Lutamos com o que podemos, com nossos computadores e com a internet. Para isto criamos um site, Mensalão – Nunca antes na história deste pais - http://mensalao.ning.com/

Convidamos os amigos a participar deste esforço se juntando a nós neste site.

Contamos com a ajuda de todos os que querem ver um Brasil onde se valorizem os princípios de ética, honestidade e moral.

Jerônimo Viana disse...

É verdade. As mulheres vem sofrendo historicamente da violência doméstica. A raiz desse mal está na falta do temor de Deus no coração e a cultura da nossa gente. No Brasil se instalou a muito tempo o patriarcalismo e com ele o machismo tão comum nos tempos coloniais e com desdobramentos em nossos dias. Só com o compromisso firmado em Deus e com a vontade de mudar é que poderemos nos livrar de tão grande mal. Fica na paz.

VIVIANE BARBOZA disse...

Laguardia e Jerônimo obrigada pelo comentário, é muito importante debatermos sobre este assunto, pois ajuda a esclarecer e alertar a sociedade.

Juvenis da IMCN disse...

Mulher é um presente de Deus, e como se costuma dizer "não se bate nem com uma flor."O melhor a ser feito é orientar nossos filhos enquanto estão em fase de aprendizado, não permitindo que se envolvam em agressões que começam muitas vezes na infância de forma verbal tais como: "Meninas são bobas," ou então aquela velha cultura marxista: "Lugar de mulher é na cozinha e deve obediência ao homem." Se não começarmos a agir desde cedo, teremos futuros agressores e agredidos. Deus abênçõe sua vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...